Comunicado de imprensa

Pesquisa de alternativas científicas às vacinas baseadas em genes

Os micronutrientes bloqueiam a ligação do coronavírus no “portal” para as células do corpo humano

San Jose, Califórnia
19 de agosto de 2020

Uma equipe de cientistas do Instituto de Pesquisa Dr. Rath mostrou que uma combinação específica de micronutrientes pode bloquear a interação entre o local de ligação da proteína “Spike” do coronavírus e sua “porta de entrada” específica em células humanas, chamada receptor ACE2.  O estudo foi publicado no Journal of Cellular Medicine and Natural Health.

A interação explorada neste estudo é o primeiro passo na infecção por coronavírus e corresponde exatamente ao mesmo mecanismo biológico visado pela pesquisa atual de vacinas. “Nossa pesquisa mostra que a infecção pelo coronavírus pode ser contida de forma eficaz e segura por combinações específicas de micronutrientes que já estão disponíveis para pessoas no mundo inteiro”, diz a Dra. Aleksandra Niedzwiecki, chefe do Instituto.

Este avanço científico é um evento chave na corrida global para encontrar soluções eficazes e seguras para a atual pandemia. Ela surge em um momento de crescente preocupação com os efeitos colaterais das vacinas baseadas em genes atualmente em desenvolvimento na Alemanha, Rússia, China, EUA, Inglaterra e outros países. Estas “vacinas genéticas” se incorporam no DNA das células humanas, de modo que seus efeitos colaterais podem não se tornar aparentes imediatamente, mas apenas em poucos anos – ou possivelmente em gerações futuras.

Os resultados do Dr. Rath Research Institute mostram que os micronutrientes podem bloquear quase completamente a via de infecção dos coronavírus nas células humanas através de seu efeito simultâneo em duas etapas-chave: 1. a formação reduzida (expressão) de receptores de coronavírus na superfície das células somáticas humanas. 2. bloqueio de ligação viral aos (restantes) receptores.  Esta estratégia de múltiplos alvos envolve a interação positiva (sinergia) de vários micronutrientes, alcançando o efeito desejado com concentrações relativamente baixas das substâncias individuais, que poderiam ser ingeridas, por exemplo, sob a forma de suplementos alimentares.

“A crise da Corona transformou-se em uma batalha global entre o negócio de investimentos farmacêuticos com vacinas ou medicamentos patenteados, por um lado – e a explosão das evidências científicas para os benefícios à saúde dos micronutrientes contra doenças infecciosas, por outro”, diz o Dr. Rath.

Já hoje, existem dezenas de milhares de estudos científicos – disponíveis para todos – em bibliotecas médicas on-line documentando os benefícios à saúde dos micronutrientes no combate às infecções e no fortalecimento do sistema imunológico. Os resultados do novo estudo sobre o controle natural do caminho da infecção pelo coronavírus podem agora ajudar milhões de pessoas – e governos responsáveis – a reduzir o risco de pandemias através de suplementos nutricionais direcionados.

O Dr Rath Research Institute é uma organização de pesquisa médica sem fins lucrativos financiada por pacientes que se beneficiaram de suas pesquisas.

Link para o estudo:
https://www.jcmnh.org/effective-and-safe-global-public-health-strategy-to-fight-the-covid-19-pandemic-specific-micronutrient-composition-inhibits-coronavirus-cell-entry-receptor-ace2-expression/

Tradução em alemão:
https://www.dr-rath-education.org/de/wirksame-und-sichere-globale-gesundheitsstrategie-zur-bekaempfung-der-covid-19-pandemie/

Contato:

Jörg Wortmann
Email: info@dr-rath-foundation.org

Fonte:
https://www.jcmnh.org/effective-and-safe-global-public-health-strategy-to-fight-the-covid-19-pandemic/